Som da Liberdade é Sucesso de Bilheteria em Sua Estreia no Brasil

O filme “Som da Liberdade” liderou as bilheterias do Brasil em sua estreia, desbancando “A Freira 2” com R$ 5,77 milhões em ingressos vendidos nos cinemas brasileiros no fim de semana, segundo dados da Comscore. O detalhe é que os ingressos não foram vendidos para as 242 mil pessoas que assistiram ao filme entre quinta-feira e domingo (24/9). Eles foram pagos por alguém não identificado e dados para o público.
Tanto o site da produtora Angel Studios como o da distribuidora Paris Filmes distribuíram vários ingressos sem necessidade de pagamento, “graças à generosidade de outras pessoas”, segundo declararam publicamente.  A produtora cristã teria usado a mesma estratégia nos Estados Unidos para alavancar as bilheterias norte-americanas. Aqui no Brasil, a produtora Brasil Paralelo tem feito a divulgação do longa-metragem em várias redes sociais de comunicação.

O Filme Faz Sucesso e Gera Polêmica

O sucesso norte-americano de “Som da Liberdade”, que retrata a vida de Tim Ballard, foi impulsionado principalmente pelo apoio de grupos da direita do país, que investiram no projeto e o divulgaram – incluindo uma exibição organizada por Donald Trump. Mesmo sendo lançado sem o apoio de grandes estúdios, o longa conseguiu grande sucesso, em parte devido ao seu alinhamento com visões de mundo propagadas por teorias da conspiração e outras mazelas sociais apoiadas por hipócritas e mentes inescrupulosas em uma esfera global. 

A trama se concentra na busca implacável de Ballard para reunir uma família separada pelo tráfico de pessoas. Inicialmente, ele resgata um menino chamado Miguel na fronteira entre os EUA e o México e, posteriormente, descobre que a irmã de Miguel ainda está desaparecida. Isso o leva a Cartagena, onde ele planeja uma operação ousada para resgatar a menina. O filme inclui uma cena de epílogo com imagens em preto e branco da operação real de Ballard, embora essa cena seja seguida por uma controversa cena de créditos intermediários que tem sido criticada por seu “caráter manipulativo”, com o objetivo de alimentar questões de guerra cultural.

O ator Jim Caviezel em cena dá vida ao personagem "Tim Ballard"

Como cinema, trata-se de um thriller convencional de ação ao estilo dos longas dos anos 1990, quando americanos heroicos invadiam repúblicas de bananas da América do Sul para fazer Justiça com as próprias mãos. É basicamente a premissa do primeiro filme da franquia “Os Mercenários” e do último filme “Rambo”. O que há de diferente é a questão do tráfico de crianças, mostrado de forma chocante e bastante realista. Som da Liberdade estreou em pleno 4 de Julho, o Dia da Independência dos EUA, e arrecadou U$$ 177,6 milhões, só lá. A distribuidora Paris Filmes se mexeu rapidamente, por conta de toda polêmica em torno do longa metragem para traze-lo às salas de cinema do Brasil.

Curiosamente, após o sucesso do filme, mulheres apareceram acusando o herói do longa (Ballard) de abusos, sem falar de “setores” da imprensa que passaram a se dedicar à pautas e artigos para desmerecer a obra por abordar um tema muito defendido pela direita – que é o cuidado, a proteção e a defesa das crianças -. Para essa “ala”, mostrar uma realidade, que deve ser combatida por todos, é uma conspiração e palanque da “extrema direita”. Triste. Polêmicas à parte, o filme é bem feito e sua mensagem sensibiliza as pessoas de bem. Todo produto cultural, inclusive cinematográfico, que aborda em seu roteiro um assunto tão necessário de atenção mundial, merece respeito, independentemente de quaisquer controvérsias. 

Ficha técnica completa

TítuloSound of Freedom (Original)
Ano produção2023
Dirigido porAlejandro Monteverde
Estreia

21 de Setembro de 2023 ( Brasil )

Duração131 minutos
ClassificaçãoNão recomendado para menores de 16 anos
Gênero
Ação Biografia Drama Thriller
Países de Origem
Estados Unidos da América

Morreu o narrador Silvio Luiz

Olho no lanceee! Morreu o narrador Silvio Luiz Morreu hoje, dia 16, o comentarista Silvio Luiz, aos 89 anos. Ele estava internado no Hospital Oswaldo

Read More »