Qual será a nova casa de Jesus? Brasil pode ter seus maiores clubes treinados por técnicos portugueses

29/12/2021    08:54

Nem Rodrigo Caetano, nem o presidente Sérgio Coelho, nem os investidores Ricardo Guimarães e Rubens Menin, que está nos Estados Unidos, esperavam pela saída de Cuca do Atlético-MG.

A surpresa produziu trabalho desde a noite de segunda-feira. Rodrigo Caetano invadiu a madrugada telefonando em busca de soluções. Nas primeiras horas da manhã, já era sabido que o Flamengo não roeria a corda com Paulo Sousa e que o destino de Jesus poderia ser o Atlético. Mas seus principais conselheiros dizem que não deve aceitar nenhum outro clubes brasileiro, a não ser o Rubro-Negro.

Técnico Jorge de Jesus

Enquanto isso, o vestiário rubro-negro gostaria de ter Jesus de volta. Há opiniões de que o elenco dividiu-se nos períodos de Renato Gaúcho e Rogério Ceni e só o retorno do líder de 2019 serviria para unir a todos como há três anos. Paulo Sousa começará seu trabalho com crédito da diretoria e pressão da imprensa e arquibancadas. Não é justo que sofra com isto. Se é o escolhido, precisa ter paz para trabalhar e montar a equipe ao seu estilo.

Dos Estados Unidos, Rubens Menin já afirmou publicamente que o elenco atleticano exige um treinador de primeiro escalão. Não há prazo para definir a contratação, mas a pressa para ter o novo chefe na reapresentação dos jogadores liga diretamente a dois nomes: Jorge Jesus e Renato Gaúcho. O segundo saiu chamuscado da passagem pela Gávea, mas negociou com o Atlético há um ano. Jorge Jesus, também. Qual será o final dessa emocionante novela?

Fonte: Globo Esporte / G1

<