Aurora, a talentosa irmã de Carmen Miranda

O ano era 1944. Enquanto, boa parte do planeta estava com a cabeça na Guerra, aqui na Bahia, Zé Carioca levava o Pato Donald aos desejados “Quindins de Iaiá”. Ary Barroso, nem em seus dias mais inspirados, poderia imaginar que a dupla de aves folgaria de alegria com a graciosidade de Aurora Miranda ao embalo de sua canção. O “Dia D”, para Donald, foi o momento em que recebeu um beijo de Miranda! Aconteceu em Salvador, há 77 anos.

Aurora Miranda e Donald, em 1944
Aurora – irmã mais nova de Carmen Miranda -, aos 18 anos foi chamada para cantar na Rádio Mayrink Veiga. Era o ano de 1932, e ela iniciava a carreira profissional. Começou a se apresentar no Programa Casé. Destemida, topou outro desafio, e no ano seguinte, já estava na boca do povo por causa da música “Cai cai balão”, de Assis Valente, que cantava ao lado de Francisco Alves, o rei da voz. Foi bem sucedida em seus trabalhos e encantou nas telas, aos 26 anos, ao lado de Donald e Zé Carioca, criações do mestre Walt Disney.
Aurora Miranda – Os Quindins de Iaiá (1944)


<